quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Cuidado com o que você veste

Já ouvi diversas vezes a seguinte frase: ''Deus só quer o seu coração''. Mas será? Será que Deus só que mesmo o nosso coração e nada mais? 

Pelo menos eu não penso assim; Deus me quer por completo e não apenas o meu coração (Dt 6.5; Mt 22.37).  Conheço muitos que se rotulam cristãos, mas que, no entanto não se diferem em nada do ímpio.  Tem um estilo de vida completamente mundano;  andam de qualquer maneira na rua; não dão testemunho de cristão e ainda diz: ''Não importa, Deus só quer o meu coração, portanto não me julgue!'' Espere um pouco, como assim?

Nunca devemos nos esquecer de que temos que ser santos em todo o nosso proceder.

''Mas, como é santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver'' (1 Pedro 1.15).

Neste texto vou falar como não deve ser a vestimenta de uma mulher cristã. Se você aceitou a Cristo como o teu Salvador então deve ficar ciente que você já não pertence a si mesma; agora você pertence a Cristo. E assim sendo, agora já não deve prevalecer as suas vontades; mas a d'Ele.

Para começar, você deve saber que nem tudo o que está na moda serve para você usar. Nem todas as tendências convêm para uma serva de Deus.  Todo o cristão deve se preocupar em se vestir com modéstia e pudor. A mídia tem influenciado grande parte da nossa sociedade, e infelizmente, muitos (as) cristãos (ãs) também têm sido influenciados por ela.

Não convém para uma mulher, uma jovem cristã usar roupas curtas demais e justas demais. Por exemplo, as saias curtas e justas, sabemos muito bem, que conforme andamos, a tendência dela é subir. E quando se senta ela vai parar lá no meio das coxas, e isso não é nem um pouco decente pois além de ser inapropriado para uma serva de Deus vai tirar a atenção dos irmãos.  Por isso, nada de saias curtas e justas demais. Não estou dizendo que temos de usar saias que mais parecem balões de tão largas e desproporcionais que são. O que quero dizer é que temos de ser moderadas. Você entende isso?

Cuidado com o decote!
Inapropriado!
Blusas muito decotadas também não são apropriadas para uma mulher cristã.  Não é nada bonito ficar com  o sutiã e metade dos seios a mostra.
Falando agora de saias, do que adianta a sua saia ser demasiadamente longa, mas justa demais?  Vestidos que colam no corpo e que desenham toda a forma do corpo também não é apropriado para uma cristã.  Se você é uma pessoa que tem bastante corpo, procure comprar roupas um pouco mais soltinhas para que não marque e nem desenhe a forma do seu corpo. ( Isso é apenas um conselho)
Lembrando que ser santa não significa que temos que andar relaxadamente, com roupas extremamente compridas, feias ou largas demais; ou com blusas compridas, de coque no cabelo, parecendo a Bete, a feia. Não é isso!   Nós podemos andar vestidas lindamente, porém decentes.  As roupas que usamos não devem chamar a atenção para o nosso corpo.  Hoje em dia é um pouco difícil encontrar roupas decentes, mas não é impossível.  E como nós somos muito criativas jogamos uma peça por cima da outra e dá tudo certo!!
Nada mostrar a barriguinha, hein!
Tem algumas mocinhas que amam andar com a barriguinha aparecendo. Lembrando que para uma cristã isso não convém. Roupas transparentes também não são legais. O seu corpo é morada do Espírito Santo ( 1 Co .19), então, nada de ficar mostrando a barriguinha!
Se for usar roupas transparentes coloque um forrinho por baixo, para não mostrar aquilo que não deve.
Em todo o lugar que vamos temos que estar bem vestidas. Não digo bem vestidas me referindo ao uso de roupas caras, elegantíssimas, não. O bem vestidas a que me refiro é o estar decente, confortável, sem a preocupação de ficar baixando a saia justa que insiste em levantar; ou a blusa, por ser curta demais ou decotada demais. Tem muitas mulheres que usam um tipo de roupas para ir à igreja e outro tipo para  ir passear ou ir à festas. Não estou dizendo que isso é errado pois é claro que não é. Até porque existem ocasiões que pedem uma roupa mais elegante. Como por exemplo, em casamentos, aniversários, formaturas, etc. No entanto isso não é pretexto para usarmos roupas indecentes pois se quisermos podemos sim encontrar roupas de festas que sejam decentes. Nada de vulgaridade!
E as calças compridas? Será que são todos os tipos que uma serva de Deus pode usar? Penso que não. Calças com o cós muito baixo, e justas demais não são legais. E usando elas você está arriscada a passar vergonha, sabe porque? Porque quando você sentar sua calça pode descer um pouco e aquilo que chamamos de ''cofrinho''  pode aparecer. E cá entre nós, isso é ridículo!
Não use assim, por favor!
Cuidado também com as calças legging! Não as use sem um vestido ou blusão por cima pois elas são justíssimas e algumas são até transparentes. E assim sendo, muitas mulheres, sem perceber, acabam se expondo ao ridículo e passando vergonha. Então tome muito cuidado!

Não é exagero dizer que algumas mulheres se vestem com o objetivo de chamar a atenção dos homens. E isso é pecado. Vejo por aí muitas moças que se vestem indecentemente e ainda por cima não querem que os homens as olhem. Pela natureza do homem fica difícil para ele não olhar. Principalmente quando a criatura mostra mais do que deve. Um recado: Moças guardem a sua sensualidade para o seu marido. Não faça os varões da sua igreja, da sua rua pecar por conta das roupas que você usa. Agora se um homem  te cobiça  mesmo que você não dê motivos, aí a culpa é só dele; é ele que está pecando e não você.
Por fim, shorts curtos também não devem ser usados (por cristãs).  Imagine uma mulher, que se diz cristã, de short curto evangelizando e falando da salvação a alguém ímpio. Que coisa estranha, não acha? Não vejo problema em usar em casa, mas sair à rua com short curtinho é inapropriado para mulheres que professam servir a Deus. Pronto, falei!

Não são poucas pessoas dizem que a roupa não salva. Realmente, não salva! Todavia quem foi regenerado pelo Espírito Santo aprenderá a se vestir com pudor e modéstia como ensina a Palavra. Estou cansada de ouvir que roupa não define caráter. E daí? Não estou preocupada com isso. Roupa não define caráter, mas quem é cristão sabe se vestir decentemente.

Uma mulher que professa servir a Cristo e que foi lavada e remida pelo Sangue do Cordeiro jamais andará de maneira provocativa e indecente porque naturalmente não se sentirá bem pelo fato de ter sido transformada. Digo isso veementemente e sem medo. Não estou nem aí para as feministas e para quem não gostou. O que rege a vida do cristão é a Bíblia.
Sei que muitas meninas vem ler esse texto apenas por curiosidade e que não tem nenhuma intenção de mudar. Bem, quanto a isso nada posso fazer. Você pode ignorar tudo o que foi escrito aqui ou pode seguir os conselhos, faça o que quiser. Porém quero que você tenha em mente que o que diferencia o verdadeiro cristão do falso cristão é que o verdadeiro obedece a Palavra de Deus. Sendo assim, moça, se você não obedece a Palavra ou pula aquilo que não gosta não se considere cristã.

Entenda que não é apenas nas nossas atitudes que temos que ser diferentes mas em toda a nossa maneira de viver. E isso inclui o nosso modo de nos vestir, andar, falar, etc.

- Priscila Gomes

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Faça o bem sem a intenção de se aparecer

A paz do Senhor gente, como estão? Bom, o texto de hoje é baseado em Mateus 6. 1-18. 

Você conhece alguma pessoa que adora aparecer? Que ama chamar atenção? Talvez você conheça várias pessoas assim. Eu também conheço...Rsrs. Existem várias pessoas que fazem de tudo para chamar a atenção para si. Não só lá fora no mundo, mas também dentro da igreja.

Muitos crentes tem imitado a hipocrisia dos fariseus. Os fariseus fingiam ser o que não eram. Eles fingiam uma falsa espiritualidade somente para serem glorificado e elogiado pelos homens.

Jesus nos ensinou a fazer diferente dos fariseus. Fazer as coisas com a intenção de aparecer não é atitude de um verdadeiro filho de Deus. Infelizmente em nossos dias ainda existem crentes que pensam que são mais espirituais do que outros. Eles oram, jejuam, dão esmolas, mas as intenções do coração deles não são boas. Pois eles fazem tudo isso para que as outras pessoas possam vê-los e admirá-los, ohhh!!

As pessoas não precisam saber que demos esmola para um necessitado na rua. Ninguém precisa saber que você ajudou alguém financeiramente. Pra que ficar espalhando para o mundo que você fez isso, fez aquilo, que orou durante a madrugada inteira, que jejuou durante quarenta dias e quarenta noites, que ficou acampado no monte, sendo mordidos por milhares mosquitos durantes vários dias? Não precisa tocar trombetas! Faça tudo isso em secreto. 

É engraçado aquelas pessoas que jejuam e se desfiguram todinha, arrepiam os cabelos, ficam com aquela carinha triste, os olhinhos vermelhos, só para os outros verem que ela está jejuando. Você conhece alguém assim?

Não devemos ficar por aí contando vantagens buscando sermos elogiados. Precisamos matar o desejo, que está dentro de nós, de sermos admirados. Às vezes quando uma pessoa é muito elogiada ela corre o risco de se tornar soberba e arrogante; por isso é preciso ter cautela. Devemos sempre ter em mente que nós somos instrumentos nas mãos do Senhor, e tudo o que fazemos não vem de nós, mas sim d'Ele. A nossa capacidade vem de Deus (2Coríntios3.5); portanto, a glória não é nossa, é d'Ele.

Se você recebeu do Senhor um dom, seja ele qual for, faça tudo para a honra e a glória de Deus. Não se ache superior ao seu irmão. Não faça nada com a intenção de ser visto e elogiado pelos outros. Seja humilde. O nosso Deus vê o oculto. Preocupe-se em aparecer para Deus. Queira receber a aprovação de Deus, e não a dos homens, amém? 

Fiquem com Deus.

- Priscila Gomes da Silva