sábado, 27 de julho de 2013

Jovem, a tua exaltação vem do Senhor

Semana passada o grupo de mocidade de minha igreja foi convidado para estar participando de uma festividade de jovens, que fica aqui perto, no meu bairro. E o tema da festa foi o título da postagem de hoje, achei muito bom e gostaria de compartilhar ele com vocês.

Ninguém gosta de sofrer humilhações, quem já foi humilhado sabe muito bem como é chato demais. Infelizmente hoje em dia, existe muitas pessoas invejosas que só querem ver o teu mal, que não deseja o teu sucesso, somente o teu fracasso. Geralmente estas pessoas nunca tem uma palavra de incentivo, só palavras de derrotas e de desânimo.  

Quando conseguimos algo de bom, essas pessoas vêm com palavras como ''Isso não é para você'', ''você não vai conseguir fazer isso'', ''você é um zero à esquerda'', ''você é um zé mané, não irá pra frente nunca''.  Essas palavras são duras e nos machucam; mas infelizmente às vezes é isso o que ouvimos.

Os irmãos de José não acreditaram nele, no próprio irmão. Muitas vezes a nossa própria família não acredita em nós. Não acredita que somos capazes de conquistar e de vencer. E infelizmente muitos desistem de tudo, porque dão ouvidos a estas palavras de derrotas e deixam de acreditar em si mesmos.

José não foi vendido para o Egito à toa, teve um propósito, o de ''...conservar muita gente com vida'' (Gêneses 50: 20). No Egito ele sofreu grandes humilhações, foi maltratado, foi preso injustamente. Mas tudo isso foi plano de Deus.

A palavra de Deus diz que os humilhados serão exaltados, e os exaltados serão humilhados. Talvez vocês conheçam alguma(s) pessoa(s) que adoram se gabar, se exaltar, que amam se sentir o ''rei da cocada preta''; e pior são aqueles que adoram humilhar os outros, pisar nos mais fracos. Na verdade eles fazem isso porque se sentem ameaçados, não querem perder o seu ''poder''.

A nossa vida pode até ser marcada por lutas, mas essas lutas não são vãs, porque diz a Bíblia que ''...todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. (Romanos 8:28).

Os nossos inimigos nos rodeiam, estão sempre querendo nos fazer mal, mas Deus nos diz: NÃO TEMAS, EU SOU CONTIGO. No tempo de dele, ele te exaltará, e todos que pensaram que você não iria conseguir verão a tua a exaltação.

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Tenha tempo para Deus

Se pararmos e pensarmos um pouco sobre o nosso tempo chegaremos à conclusão de que ele é curto demais. Até parece que o dia não tem mais vinte e quatro horas. E durante o dia, são tantas e tantas coisas para fazer que, na verdade, não vemos nem o tempo passar, de forma que deixamos de fazer várias coisas importantes na nossa vida, como por exemplo, nossas atividades espirituais.

Em meio a tantas coisas para fazer, tantas coisas para se preocupar, tantas coisas para pensar,  como encontrar tempo para Deus? Como encontrar tempo para ler a Bíblia, orar, jejuar, se santificar, se consagrar, se o tempo que temos é demasiadamente curto?

Há muitas pessoas que se envolvem tanto com o trabalho e com os estudos que acabam se esquecendo de que existem outras coisas. Elas doam todo o seu tempo para se dedicarem apenas a estas coisas temporais. Logicamente que estudar e trabalhar é bom e é preciso, portanto, devemos sim nos dedicar ao trabalho e ao estudo; mas é preciso haver equilíbrio, devemos fazer estas sem nos esquecer daquelas.

Ter tempo para Deus é muito importante, às vezes é preciso que deixemos de lado, por algumas horas, as preocupações e os afazeres diários para nos dedicarmos um pouco a Deus. A nossa vida espiritual depende da nossa comunhão com Deus; depende da nossa vida de oração, do tempo que disponibilizamos para estarmos com Ele.

Como poderemos viver abundantemente e em novidade de vida se não temos tempo para Deus? O que é mais importante, os bens materiais que são temporais ou a nossa salvação? Como poderemos ser renovados por Deus se nem tempo para orar temos?

Muitos estão morrendo espiritualmente, e já não é preciso dizer o porquê. Nós, como cristãos precisamos incluir Deus em nosso tempo e em nossos planos, precisamos buscar a face dele. 

Sendo assim, não fique direto nas redes sociais, cuide do seu bem estar espiritual. Essas coisas são boas, não nego, mas são temporais e na verdade não edifica a ninguém. O que nos edifica é a palavra de Deus.

Se você que ter um relacionamento mais profundo com Deus gaste tempo com Ele. Não se contente com um relacionamento medíocre e superficial. Esqueça um pouco das coisas passageiras desta vida e busque ao Senhor, busque a ele, e viva em abundância.


- Priscila Gomes

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Esperar no Senhor

Esperar no Senhor não significa deitar na cama e ficar esperando a benção dele cair do céu. Esperar no Senhor não significa cruzar os braços e deixar as coisas acontecerem sem ter de fazer absolutamente nada. Não, não desta forma que se espera no Senhor.

Olha o que diz em Salmos 37: 34

''Espera no Senhor, SEGUE SEU CAMINHO, e ele te exaltará...''

Enquanto esperamos no Senhor devemos seguir o seu caminho e fazer a sua vontade. Quando se diz ''esperar no Senhor'' quer dizer esperar ''mentalmente'', ou seja, não ficar preocupado, quer dizer estar com a mente tranquila. Há pessoas que estão há tanto tempo esperando por uma benção do Senhor e ainda não a receberam, mas estão tranquilas, porque sabem que no devido tempo Deus as exaltará.

''Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais ele fará'' (Salmos 37: 5.)

quando você decide entregar o seu caminho ao Senhor mais ele fará por você. Tudo o que tem em seu caminho Deus fará prosperar porque você  confiou  o seu caminho a ele e o entregou. 

Se você está esperando uma benção do Senhor não desanime se o tempo está passando e as coisas aparentam estarem piores a cada dia. Deus tem um propósito para tudo.  Deus não atrasa jamais, tudo é no tempo certo.  

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Encontrando a pessoa certa


Nos tempos antigos os jovens não podiam escolher para si a própria namorada(o). O casamento antigamente era arranjado pelos pais. Quem se lembra de Isaque e Rebeca? Eles não tiveram tempo de se conhecerem e de conversarem bastante antes de se casarem, pois como eu disse acima, o casamento era arranjado pelos pais dos noivos.

Imagine se casar com uma pessoa que você não conhece, com uma pessoa que você nunca viu na vida. Parece ser meio estranho, não é? Mas foi isso mesmo o que aconteceu. Isaque e Rebeca não se conheciam, mas como ambos confiavam em Deus, permitiram que Ele realizasse a vontade d'ele.

Hoje é muito comum os jovens escolherem o parceiro ou parceira ideal para se casarem. Isso é absolutamente normal e conselhável. Pois você, sendo cristão(a) não escolhera um(a) parceiro(a) que não tenha a mesma fé que você. Reparem que Abraão mandou que Eliezer fosse buscar uma esposa para Isaque no meio do seu próprio povo.

No namoro é muito importante observar a pessoa com quem você namora. Precisa observar se ele(a) tem um bom caráter, se é respeitador(a), se é agressivo(a), grosseiro(a), se gosta de trabalhar, esse tipo de coisa, precisa observar o comportamento em geral do parceiro(a).

Sabemos que não se deve escolher um parceiro olhando apenas para a aparência física. Nada disso. O que vale não é o corpo, e sim o caráter. Se você escolhe namorar alguém somente porque ela ou ele possuí um corpo bonito, mais tarde quando vocês se casarem podem se decepcionar, pois o nosso corpo muda com o passar do tempo. A beleza física não é, e nem nunca foi garantia de um casamento bem sucedido.

Meu conselho para as meninas é: observar muito o rapaz que te interessa. Observe-o muito bem enquanto estiver namorando. Pois quando você se casar não poderá pedir divórcio, até poderá, mas isso é contra a vontade de Deus. Com certeza você já ouviu falar que o divórcio começa no namoro, e é isso mesmo. Se o namoro é cheio de crises, não pense que ao se casar as crises desaparecerão como num passe de mágica, tome cuidado, seja sábia.

O seu namorado precisa te tratar com todo o respeito, não exigindo nada que você não possa dar. Se o seu namorado não te respeita e te trata de uma maneira desagradável, ele está mostrando que ele não é um bom partido. Ele precisa te amar, pois você é o vaso mais frágil, se ele não te trata como deve, fuja dele bem rapidinho!

Rapazes, ao escolher a sua futura esposa, verifiquem primeiro as qualidades dela. Ela é caseira? Ajuda a mãe nos afazeres de casa?  É preguiçosa? Será que ela sabe cozinhar? Dorme até ''meio dia''? Se as ''qualidades'' dela forem estas, significa então que ela não está preparada e nem é madura o suficiente para se casar. A mulher precisa ser submissa ao seu marido, assim como a igreja é submissa a Cristo. A mulher precisa ter toda a disposição e alegria para cuidar da casa, do marido e ainda educar seus filhos na presença do Senhor. Essas são a responsabilidades de uma boa esposa.

Tome cuidado ao escolher o seu parceiro(a), lembre-se sempre que casamento é para a vida toda, e que somente a morte pode separar um do outro.

Bjs.. Fiquem com Deus.
Pri.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Fugindo das Paixões da Mocidade

A juventude de hoje em dia tem enfrentado grandes dificuldades e tentações e, infelizmente muitos por não estarem enraizados e alicerçados em Cristo caem nas armadilhas de Satanás.

O apostolo Paulo adverte seu filho na fé, Timóteo, a fugir das paixões da mocidade, veja:

''Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor''. (2Timóteo 2:22).

Sabemos que nós, jovens, somos o alvo do Diabo, ele não tem medido esforços para acabar com a vida da juventude; ele tem enganado, seduzido e destruído a muitos.

Timóteo era um jovem obediente, foi posto como líder, e enfrentou oposições e algumas dificuldades . Mas mesmo assim não deixou de ser fiel e ouvia sempre as instruções do apóstolo Paulo.

Paulo advertiu Timóteo a fugir das paixões da mocidade. O que é fugir? É correr, afastar-se, desviar-se apressadamente para escapar (a alguém, algum perigo, ou de algum lugar). Bom, é assim que se foge!

Mas e agora, o que são paixões da mocidade?

Paixões aqui não está se referindo apenas a relacionamentos entre um jovem e uma jovem, mas sim de todos os tipos de paixões. Estamos em constante luta contra a nossa carne, contra o Diabo e contra o mundo, estes são os nossos piores inimigos. O Diabo sabe do que a juventude gosta, e ele aproveita isso para tentar tirar os jovens da presença do Senhor.

Desejos desenfreados, pensamentos pecaminosos, vontade intensa de satisfazer a carne etc... tudo isso são paixões da mocidade, e é contra essas coisas que devemos fugir!

Devemos fugir dessas coisas, precisamos nos afastar dessas paixões e correr para os braços do Senhor e praticar a justiça, a fé e o amor e a paz...

Só conseguiremos fugir dessas paixões à medida que nos aproximamos de Deus, e para nos aproximarmos de Deus precisamos matar a cada dia o nosso ''eu'', a nossa carne, a nossa vontade, o nosso orgulho, e permitir que a vontade de Deus prevaleça em nossa vida.

quinta-feira, 4 de julho de 2013

Escolhas e consequências

Conhecemos muito bem a história de Esaú e Jacó, dois irmãos gêmeos, filhos de Isaque e Rebeca. Esaú o primogênito e Jacó o mais moço. Todo o primogênito, segundo as leis de antigamente deveria ser abençoado pelo pai.

Podemos reparar em Gêneses 25:32 que, Esaú não deu valor a primogenitura, e a vendeu a Jacó, seu irmão mais novo, por um prato de lentilhas. 

Só depois que ele percebeu que não tinha mais o direito da benção de primogênitura porque fora enganado por seu irmão. Daí Esaú passou a odiar o seu irmão por causa do que ele lhe fizera (Gêneses27.v.41)

A Bíblia diz que Esaú levantou a sua voz e chorou (Gêneses27.v.38), e no livro de Hebreus 12: 16-17 diz:

''Porque bem sabeis que, querendo ele ainda depois herdar a bênção, foi rejeitado, porque não achou lugar de arrependimento, ainda que, com lágrimas, o buscou''.

Ele chorou. Mas esse choro  não foi de arrependimento, foi de ódio e de raiva. Ele próprio não reconheceu que havia errado ao negociar a sua primogenitura como se ela não servisse de nada (Gêneses 25:32).

Não é diferente nos dias em que vivemos, as pessoas pecam e erram. Só que elas não se arrependem não reconhecem o erro. Elas até choram, não um choro de arrependimento, mas sim de remorso, raiva, desengano. 

Se Esaú tivesse verdadeiramente se arrependido, ele receberia o perdão, pois Deus perdoa aqueles que se arrependem de coração. 

Esaú sofreu a consequência da própria escolha, escolhas erradas resultam em graves cosequências. Se nós fizermos escolhas erradas sofreremos também as consequencias. Temos de aprender uma coisa: Deus sabe o que é bom para nós. Faça as escolhas certas sob a direção de Deus.